Registro na Alemanha

Assim que você consegue uma casa ou apartamento para morar na Alemanha, você deve ir na prefeitura da sua cidade para registrar o endereço em seu nome. E depois disso tem que ir ao Departamento de Estrangeiros para trocar o visto temporário (expedido pelo Consulado Alemão, no Brasil) por um permanente.

Essa semana fomos até a prefeitura para fazer esses procedimentos. E depois fomos até o Ministério de Finanças para nos inscrevermos no imposto de renda.

Como ainda não falamos Alemão fluentemente, nós temos o suporte de uma consultoria que foi contratada pela empresa que meu marido trabalha. Eles cuidam do preenchimento de toda a papelada que temos que fazer, agendamento e nos acompanham na prefeitura para ajudar na parte da comunicação.

Estávamos esperando chamarem a nossa senha na sala de espera da prefeitura, tinha muita gente na nossa frente, até que uma moça muçulmana entregou uma senha para o meu marido e disse que poderíamos usar, já que era um número menor que a nossa!!! Não entendemos nada, a razão dela ter dado exatamente para gente e não para outra pessoa, mas aceitamos e agradecemos…

Enquanto esperávamos, perguntamos para o consultor que nos acompanhava quanto tempo ele achava que iríamos demorar para fazer todos os procedimentos, ele foi super seco e disse que “o importante era o resultado e não o  tempo que demorava”, affe não precisava disso rs!!!

Esse consultor é um senhor, já com uma certa idade e ele sim é o típico Alemão que nós Brasileiros acreditamos que todos aqui são…mas ele é uma exceção!

Ele pediu para assinarmos uns formulários que deveriam ser entregues para o registro e na hora que começamos a ler percebemos que os dados estavam praticamente todos errados, o nome do meu marido, o nosso endereço, o CEP, afffeee…ele teve que arrumar tudo!!!

Finalmente a nossa senha foi chamada, fomos na mesa da atendente (uma simpatia de pessoa!!! kkkk), ela perguntou que dia que chegamos aqui, sendo que o nosso passaporte com todos os carimbos estavam na mão dela…ridículo!!! Pura preguiça, mas no final deu certo!!!

Recebemos um kit com informações da cidade, mapa, etc…muito legal!!!

Depois fomos até o Departamento de Estrangeiros para pegar o visto permanente!!!

O processo é assim: lá no Brasil o meu marido deu entrada  no visto de trabalho no Consulado Alemão e lá mesmo recebeu um visto temporário, ele tem um prazo para fazer o registro desse visto aqui na Alemanha para ai sim pegar o visto definitivo. Já no meu caso, como sou casada com ele e não vou trabalhar aqui, vim como turista (sem visto) e na hora que ele for registrar o visto dele eu apresento minha Certidão de Casamento traduzida e juramentada para Alemão e pego meu visto aqui!!!

Então fomos até o Departamento, mas logo de cara já teve um problema!!! Eu e meu marido temos 2 sobrenomes cada um e eles são diferentes, pois eu não mudei meu sobrenome quando casei!!! E aqui é dificil alguém ter 2 sobrenomes, então isso confunde um pouco a cabeça deles…qual sobrenome utilizar??? E o visto está organizado pela letra do sobrenome e não pela do nome, então já foi uma confusão, porque a empresa onde meu marido trabalha considerou o último sobrenome e a consultoria considerou o nome do meio, affeee!!!!

E além disso, a consultoria não avisou o consulado que estávamos morando em Mainz, então o consulado mandou toda a documentação para outra cidade, em resumo: não conseguimos pegar o visto definitivo, vamos ter que voltar outro dia para fazer esse processo novamente!

O único problema é que como entrei aqui como turista, eu só posso ficar 90 dias por semestre, portanto só até o final de março!!! Comentei isso com o consultor e ele conseguiu que emitissem um visto temporário para mim, assim posso ficar sem problemas até eu pegar meu visto definitivo!

Depois disso, fomos no prédio do Ministério de Finanças para pegar o ID do imposto de renda. No meio do caminho passamos pelo carro do consultor, que estava estacionado na rua, e ele percebeu que tinha tomado uma multa por ter ficado estacionado mais tempo do que  o permitido, ele ficou bem puto!!!

E voltando na resposta que o consultor deu quando perguntamos o tempo que demoraria…..é, que resultado maravilhoso que ele nos proporciou, vamos ter que voltar outro dia para pegar o visto permanente..!!!

Anúncios

Sobre fabianaduquefotografia

Gosto de música, fotografia e viagens.
Esse post foi publicado em Dia-a-dia e marcado , , , , . Guardar link permanente.

37 respostas para Registro na Alemanha

  1. Amanda pilato disse:

    ola,
    O departamento de estrangeiros eh na prefeitura mesmo? Onde registramos nosso endereço? Obrigada

  2. Jessica disse:

    Oi. Vou viver uma situação simular a sua. Você me aconselharia a utilizar o sobrenome do meu futuro marido? Vamos marcar a data na próxima semana e eu só mudaria meu nome se fosse pra evitar dor de cabeça aí na Alemanha…

  3. Beatriz disse:

    Olá!
    Acredito que passarei por uma situação parecida com a sua… Estou cheia de dúvidas e o consulado da Alemanha em São Paulo não está ajudando a esclarecer.

    Meu marido irá a trabalho para a Alemanha por 6 meses e nossa intenção é que eu o acompanhe. O processo de obtenção do visto dele já está correndo, e segundo o consulado não há nada a ser feito pela obtenção do meu visto daqui do Brasil. Assim, apenas ao chegar na Alemanha deveria pedir o visto para permanecer com meu marido além dos 90 dias.
    Foi assim com você, ou você apresentou alguma documentação ao consulado quando ainda estava no Brasil?
    Você se lembra de quais documentos foram necessários?

    Muito obrigada desde já pela atenção e parabéns pelo blog 😀

    • Oi Beatriz,
      Desculpa a demora!
      Sim! No meu caso foi assim, fui sem visto e chegando lá fiz a solicitação do meu visto na prefeitura da cidade onde iríamos morar. Para isso precisei da minha certidão de casamento traduzida para o Alemão. Essa tradução é feita no consulado Alemão aqui no Brasil, pois precisa ser juramentada.
      Espero ter ajudado!
      Boa sorte!
      Abs

  4. DIONATAN disse:

    Olá estou em fase final do meu curso de medicina no Brasil e tenho planos para fazer residência médica em Radiologia na alemanha. Você poderia me dar algumas informações a respeito de documentos e requisitos, ou como é o processo para um médico brasileiro recém-formado cursar a residência médica na alemanha? Obrigado

  5. Dhay disse:

    Oi! Eu e meu marido (possui cidadania polonesa) quereremos ir final do ano que vêm p Alemanha para darmos continuidade em nossos estudos. A dúvida é que precisamos nos registrar aí na Alemanha p o governo ficar ciente de nossa presença (acho q é mais ou menos isso), porém não sei quais as regras. Se souber algo por favor me dê uma ajuda! Acho q tem que ter um certo valor p poder residir.
    Bjuu – obrigada
    Dhay

  6. Bia disse:

    Olá, tenho algumas dúvidas que talvez você possa esclarecer…
    Para entrar na Alemanha como turista, muitas vezes a imigração pede a passagem de volta. No seu caso, você não tinha passagem de volta dentro do prazo de 90 dias, certo? Como procedeu então?

    Muito obrigada 🙂

    • Oi Bia,
      Essas informações estão certas!
      Quando passei pela policia no aeroporto eu fui questionada sim. Principalmente porque passei junto com meu marido, e ele já estava com o visto temporário no passaporte, e eu não. (pois não é assim como funciona) E foi isso que fez o policial pedir minha passagem de volta. Ele achou que eu aproveitaria para ficar na Alemanha sem visto. Dai explicamos que éramos casados, mostramos nossa certidão de casamento traduzida, e explicamos que de acordo com o consulado alemão, eu pediria meu visto na Alemanha, por isso estava sem visto e sem a passagem de volta. Ele não aceitou inicialmente, discutiu bastante, até que decidiu chamar uma colega. Explicamos tudo novamente, ela entendeu e liberou. Mesmo dizendo que esse procedimento não estava correto. Infelizmente a policia e o consulado não se conversam…mas no final deu tudo certo!
      Espero ter ajudado!
      Abs

  7. Ivone Bühler disse:

    Carla Beatriz,
    eu resido na Alemanha desde 1984, sou dentista e vim acompanhado meu marido(hoje ex) ja vim com visto para min e minhas filhas e escolas ja tudo organisado pela firma do meu marido que era alemao(ainda o é) nao precisei apresentar um conhecimento do idioma, quis por opcao fazer uma pausa profissional e ir aprendendo o idioma.A minha experiência é que como profissional acadêmico você nao tem permissao de trabalhar na sua area sem haver antes uma nivelacao do estudo feito no Brasil com o estudo aqui na Alemanha, isto é feito pelo Ministerio de Educacao para acadêmicos, para medicina e Odontlogia se da entrada na camara dos médicos onde você reside, quanto a uma situacao financeira rasovel ou muito boa nao é do meu conhecimento, pois se assim fosse quantos profissionais Academicos de paises em grande crise Financeira, viriam aqui e apresentariam seus bens e contas bancarias e teriam um visto permanente, sei que atualmente as dificudades para residência aqui sao menores desde que eu cheiguei aqui e desejo que chegue o dia que Profissionais liberais acadêmicos possam realisar sem tanta dificuldade sua profissao aqui. Quanto aos que acompanham um cidadao(a) que vem do Br com um contrato de trabalho tem visto enquanto dura o contrato, e o parceiro ou (a) nao tem visto para trabalhar aqui, sei com certesa pois tenho amigos que assim vieram e terminado o contrato tiveram que voltar para o Br e o parceiro aproveitou o tempo aqui para fazer um Doutorado. O que posso diser com todos meus anos aqui e hoje ja aposentada, é que, vao ao departamento de Estrageiros(Auslandamt) e pecam tudo que ha de clausulas de leis para se obter um visto pemanente ou um Passaporte e assim com ajuda de um advogado que conhece de leis ter tudo bem explicado. Quanto ao conhecimento do idioma é impresindivel para se enteder bem as pessoas, porem hoje para se faser um passaporte tem o que se chama curso de Integracao para estrageiros e se faz um teste ou prova se pode ter imformacao deste teste na Volksschule. Desejo a todas e todos vocês que recebam a imformacao correta para viverem bem integradas nêste pais que tem muitas experiências novas e principalmente que se simtam felizes, Tudo de bom. Um grande abraco . Ivone

  8. Natassia disse:

    Olá Fabiana,

    Tenho uma pergunta para você.. quando recebeu o visto temporario após os 3 primeiros meses que entrou na alemanha ele permitia que saísse do território alemão?

    Seu blog é excelente!

    Muito obrigada!

    • Oi Natassia,
      A gente tentou evitar ficar saindo muito, mas que eu me lembre nós podíamos sair sim, mas para isso precisávamos levar o visto temporário e nosso passaporte. Para falar a verdade nós levamos o passaporte até hoje, mesmo com o visto certo, isso é preciso sempre….
      Que bom que está gostando do blog.
      Muito obrigada!!!
      Um abraço,

  9. Zi disse:

    Poderias enviar me o link dessa Proforg, por favor?

  10. Milene Soares disse:

    Boa tarde,

    Vou me casar com um brasileiro naturalizado alemão, e que mora na Alemanha a 13 anos, tenho uma filha de outro casamento menor de idade, pra eu conseguir o visto, preciso falar alemão fluente?

  11. Bibi disse:

    Olá,
    Estou indo morar na Alemanha em julho. Sou médica e vou para fazer residência. Terei visto de trabalho. Meu marido está aguardando a cidadania italiana dele, mas tenho medo que ainda vai demorar, então até lá pensei em pedir para ele esse visto que tu conseguiste (pelo casamento). Só tenho uma dúvida, como fica esse visto? Ganha visto e trabalho?
    Obrigada.
    Abraços.
    Bibi

    • Oi Bibi, tudo bem?
      Normalmente isso já é feito quando você der entrada no seu visto, não tem necessidade de abrir um processo novo só para ele. Como é você quem está indo a trabalho, ele só receberá um visto para te acompanhar como marido, não poderá trabalhar na Alemanha. Isso porque o visto de trabalho é “linkado” com o contrato de trabalho e empresa onde trabalha. Mas caso ele encontre um emprego aqui, ele pode fazer o pedido do visto de trabalho por aqui mesmo, a empresa que o contratar provavelmente irá ajudar nesses tramites, até porque eles terão que fornecer alguns documentos para este visto.
      No meu caso, quem recebeu um visto temporário no Brasil foi meu marido, e eu entrei como turista. E só aqui na Alemanha é que pegamos nosso visto definitivo (válido pelo período de contrato de trabalho do meu marido) utilizando minha certidão de casamento traduzida e juramentada feito no próprio consulado no Brasil.
      Espero ter ajudado!
      Se tiver mais dúvidas, me avise.
      Abs

  12. G.Euler disse:

    Olá sabe eu fiquei por um ano com a minha tia ai na alemanha e fiquei intercalando fazendo um curso de alemao de tempos em tempo tudo direitinho registrado e com visto só que eu gostei muito e queria morar na alemanha 😦 só que nao vejo uma solucao ! gostei muito do seu blog parabéns!! 🙂

  13. Lorena disse:

    Que luta, hein! rsrs
    Você se lembra de quanto tempo levou para o seu marido receber o visto de trabalho no Brasil?
    Vou solicitar o meu semana que vem no Rio. Estou super ansiosa!!!
    Beijos, Lorena.

  14. Douglas Melo disse:

    Olá Fabiana,

    Me transferi no inicio do ano aqui para a Alemanha, estou morando em Kempten, bem próximo da fronteira com a Áustria. No final do ano passado estive aqui por um mês para fazer um curso de alemão e já ambientar com a cidade. Neste período foi tudo ok!

    Mas este ano quando voltei em definitivo…. meu Deus quanto confusão. A consultoria que estava cuidando do meu caso ate agora nao entrou em um acordo com as empresas no Brasil e aqui sobre o meu salário e contrato de trabalho. meu visto expira no final do mês e ate hoje não pude me registrar.
    Estava procurando por dicas e experiências por quem já passou por este processo quando encontrei o seu blog que por sinal achei muito interessante! Parabens!

    Apenas para deixar como dica aos futuros brasileiros transferidos para Alemanha, esclareçam todas as suas duvidas quanto ao contrato de trabalho e recebimento dos salários no Brasil, não venham para ca com uma duvida sequer.
    Pensavamos e fomos orientados pela consultoria de continuar a receber pelo Brasil, mas infelizmente a carta enviada pela empresa alemã solicitando o visto, constava que o pagamento seria feito por aqui. Ou seja agora querem me cobrar todos os impostos no Brasil e aqui também!!

    • Oi Douglas,
      Que pena que aconteceu tudo isso!
      Infelizmente ficamos nas mãos das empresas, e nem sempre as pessoas que trabalham nelas tem o devido cuidado nesses processos!!!
      Espero que seu problema seja logo resolvido.
      Abs

  15. Danieli disse:

    Oi Fabiana,

    Faz algum tempo que postou esse post mas se puder me responder agradeço muito.
    Meu marido recebeu um convite de trabalho na Alemanha e estamos pensando em aceitar.
    Vi no site da embaixada que tenho que ter um certificado de Alemão básico para conseguir autorização de residência (ou visto de união familiar) Você sabe algo sobre isso ???
    Como foi o seu processo de visto?
    Abs,

    Danieli

    • Oi Danieli,
      Esse é um assunto que já foi muito discutido com minhas amigas. Tem umas 3 amigas minhas que vieram para cá, mais ou menos no mesmo periodo que eu, e duas delas tiveram que apresentar o certificado do nível A1 de Alemão e eu e mais uma não tivemos que fazer nada!!! Eu não sei o motivo dessa diferença, não sei o que saiu diferente no processo de visto. Infelizmente não vou conseguir clarificar a sua dúvida. Mas se você tiver que fazer o nível A1, fica tranquila porque é bem fácil e rápido, acho que não atrapalharia a sua ida. Inclusive uma das minhas amigas teve um tempo para fazer essa prova aqui na Alemanha mesmo…
      Desculpa não conseguir te ajudar.
      Boa sorte!!!
      Abs

      • Danieli disse:

        Fabiana,

        Você ajudou bastante sim, pelo menos já sei que existe exceções e saber que não é tão difícil já ajuda bastante.

        Obrigada

        ABs

  16. Paula disse:

    qual era o nome da empresa que auxiliou no visto de residencia?

    • Oi Paula,
      No Brasil eu tive apoio da Overseas e aqui na Alemanha tive o suporte da Proforg.
      Se precisar de mais alguma informação, me avise!
      Abs,
      Fabiana

      • carla beatriz disse:

        Eu moro aqui, se a pessoa fala bem a lingua, tem condicoes financeiras razoaveis e uma justificativa para ficar aqui nao ha problemas. Se vc escreve email para os devidos setores eles te respondem e vc adianta bastnate coisa sem precisar deslocar até lá só para fazer perguntas.

      • Oi Carla,
        Que bom saber disso…como não falava nada de Alemão tive que optar por alguém que me ajudasse…mas é sempre bom saber que existem outras alternativas!!! abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s