Bruxelas

Aproveitamos um feriado que teve aqui na Alemanha para darmos um pulo até Bruxelas. Na Bélgica já tinha passado por Brugge e Antuérpia, e estava querendo muito conhecer a sua capital, Bruxelas.

Bruxelas tem mais de 1 milhão de habitantes, hoje essa cidade é super importante para a Europa, pois é o centro da Comunidade Européia, e por este motivo a cidade tem sempre congressos e eventos internacionais que tornam a cidade muito global.

Eu me surpreendi com essa cidade, achei que seria só uma cidade grande normal, mas eu amei!!! Bruxelas é organizada, o clima é muito legal….

Seguem alguns pontos turísticos:

Grand Place, esta é uma das maiores atrações turísticas da cidade. Nesta praça ficam diversos edifícios de arquitetura variada. Um dos lados é completamente medieval. E no outro lado tem construções em estilo barroco, neogótico e clássico. O prédio da prefeitura de Bruxelas também fica nesta praça, foi o único que sobreviveu ao bombardeio promovido por Luís XIV em 1695, quando o lugar foi completamente arrasado. A torre da prefeitura tem 90 metros de altura, por isso fica difícil tirar uma foto do prédio inteiro.

Manneken-pis, essa estátua do menino fazendo xixi é super importante para Bruxelas.   Em 1619 o escultor Jerome Duquesnoy fez a estátua do menino para embelezar o local.  Quando me falaram dessa estátua imaginei que seria bem maior do que realmente é, para mim foi uma decepção!!! Quando cheguei perto vi um monte de pessoas tirando foto, sei lá, achei tantas outras coisas interessantes pela cidade, que para mim esse ponto turístico não foi dos mais interessantes.

O que teve de bom nessa visita ao Manneken-pis, foi o Wafle Belga que comi!!! Ao lado da estátua tem uma loja que só vende wafle, servidos com diversos tipos de coberturas, uma delícia!!! Vale muito a pena!!!

 

Além do waffle não deixe de tomar o chocolate quente da Godiva, foi o melhor chocolate quente que já tomei….nessa viagem indicaram também o chocolate da Pierre Marcolini, lá você encontra chocolates recheios variados, de confecção delicada e belas embalagens, vale a pena experimentar!!!

 

Catedral de Saint Michel, sua obra foi concluída por volta de 1047. No século 13, a catedral foi renovada em estilo gótico. Todos os casamentos reais e batizados são realizados nesta catedral. As suas torres lembram um pouco a catedral de Notredame de Paris.

 

Galleries Saint-Hubert, a construção começou em 6 de maio de 1846, durou 18 meses.  A Passagem de Saint-Hubert atraiu pessoas da moda. Hoje você encontra muitas lojas de chocolates, joalheiras e bares…Foi nesta galeria que encontramos uma loja de champanhe onde você pode sentar na mesa e passar horas degustando os diversos champanhes disponíveis…achei a idéia muito interessante!!! Existem desde champanhes de grandes produtores até de menores, mais artesanais! Você faz o pedido por taça e atendente explica tudo sobre o champanhe.

 

A Rue de Bouchers é uma “travessa” da galeria, lá você pode se deliciar com as casas especializadas em frutos do mar. Essa rua tem muitos restaurantes, um atras do outro, é um verdadeiro corredor gastronômico. Um dos pratos típicos é o marisco com fritas.

Não deixe de experimentar também as cervejas Belgas, a Stella Artois e a Duvel são mas mais tradicionais, entretanto a Leffe também é muito boa, tanto na versão clara como na escura.

Em uma outra rua nós comemos em um restaurante brasileiro, para matar um pouco a saudade rs, chama Saudades do Brasil. Foi muito gostoso, o restaurante é super bem decorado e a comida é boa!!! Segue o site www.saudadesdobrasil.be.

 

Igreja Sant Jaques, a igreja medieval que originalmente se encontrava neste local foi demolida por ordem de Carlos Alexandre de Lorraine durante seus projetos de planejamento urbano. A nova igreja começou a ser construída em 1776. Durante a Revolução Francesa, a abadia foi suspensa e a igreja foi feita em um Templo da Razão, e depois em um Templo de Direito. A igreja foi devolvida ao controle Católica em 1802. Em 21 de julho de 1831, o Príncipe Leopold de Saxe-Coburg-Gotha tomou o juramento que fez H. M. Leopoldo I, o primeiro rei dos Belgas, nos degraus da frente da igreja.

 

Atomium, é uma estrutura composta de 9 esferas interligadas por tubos com 102 metros de altura. Ele foi inaugurado em 1958, como ponto central da feira mundial de Bruxelas. Na hora de escolher um símbolo para a exposição, decidiram homenagear a importância da Bélgica na produção do aço, por isto foi feito este monumento na forma de um cristal  de ferro aumentado 165 bilhões de vezes. Quase todas as esferas são interligadas por esteiras e escadas rolantes. Em cada uma delas há atrações e exposições audiovisuais. Da esfera mais alta, que fica numa altura equivalente a um prédio de 30 andares, tem-se uma bela vista da cidade.

Ao lado do Atomium, fica a Mini Europe, um parque temático com prédios em escala reduzida dos principais monumentos de diversos países da Europa. Caso você vá visitar as duas atrações, existem bilhetes de entrada com desconto.

Boa viagem!!!

Anúncios

Sobre fabianaduquefotografia

Gosto de música, fotografia e viagens.
Esse post foi publicado em Viagens e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s