Paris

Paris! Quem nunca teve o sonho de viajar para Paris? Tive a oportunidade de visitar a cidade por 2 vezes, sempre foram visitas rápidas, apenas um final de semana, mas deu para conhecer os principais pontos turísticos da cidade.

Acho que todos já ouviram falar sobre os famosos pontos turísticos, mas vou falar um pouco mais:

Arco do Triunfo, suba até o topo, não existe elevador, o acesso é por escadas, mas acho que vale a pena o esforço. Lá você vai ver as avenidas principais de ParisUma delas é a Avenue Foch, considerada o metro quadrado mais caro da cidade, onde moram alguns dos ricos e famosos de Paris. Para quem quiser ir de metrô, pegue a linha 1 e desça na estação Charles de Gaulle Etoile.

Avenue Champs Elysées, a principal avenida da cidade. São aproximadamente 4 kms, ela vai do Arco do Triunfo até o Museu do Louvre. Ao longo da avenida Champs Elysées estão dezenas de lojas, restaurantes e galerias. No meio da caminhada você vai cruzar com os Grand Palais e Petit Palais.

Caminhando mais um pouco pela avenida, você vai chegar à Place de La Concorde. Durante a revolução francesa aqui eram executados os condenados à guilhotina, e por isso seu primeiro nome foi Place de la Revolution. No centro da praça fica o Obelisco Luxor, relíquia milenar trazida da antiga cidade Egípcia de mesmo nome, e em frente ao mesmo, uma bela fonte ornamentada com esculturas pintada em dourado.

Continuando você vai cruzar os portões de entrada do Jardin des Tuilleries. A caminhada pelo jardim vai te levar até um dos mais famosos museus do mundo, o Museu du Louvre. Num museu deste tamanho seria impossível ver todas obras em exibição em apenas uma visita. Conta-se que, quem apreciasse cada obra durante somente um minuto precisaria de uma semana para ver todo o acervo. Mesmo assim, não deixe de ver suas principais obras, entre elas, a Mona Lisa.

Museu Les Invalides, esse museu fica na margem do rio Sena. Antigamente o prédio era utilizado como hospital e asilo de veteranos de guerra. Hoje os diversos prédios abrigam também um dos melhores museus do mundo dedicados às forças armadas. Lá estão desde equipamentos medievais até os das guerras recentes, passando pelo período Napoleônico e as duas grandes guerras mundiais. Para apreciar tudo seriam necessário dois ou três dias. O museu possui uma cúpula de 196 metros onde abriga a sepultura de pessoas famosas da história francesa, com por exemplo Napoleão Bonaparte.

Musée d’Orsay, não tive a oportunidade de visitar esse museu, mas dizem que vale a pena! Ele é dedicado aos impressionistas.

Bairro Montmartre, é lá que você vai encontrar a Église du Sacre Coeur, do alto destas escadarias tem-se uma boa vista de Paris. No final do dia você consegue ver a torre iluminada, é muito lindo! Quem quiser ainda mais pode subir até o mirante da igreja.  Depois siga até a Place du Tertre, ela é ocupada por restaurantes e por artistas, trabalhando ali mesmo.

Catedral de Notre Dame, a construção foi iniciada no século XII. Mas desde a ocupação romana, já havia um templo dedicado a Júpiter neste mesmo local. Alguns séculos mais tarde, com o surgimento do Cristianismo, foi erguida uma basílica em estilo romanesco. E em 1163 é que foi iniciada a construção desta catedral. Na época, Luis VII era o imperador da França, e tinha como objetivo construir uma catedral a altura da importância da França e de sua capital. Para tanto fez questão até de convidar o Papa Alexandre III para vir a Paris colocar a pedra fundamental da obra. Em 1182, o coro da catedral já estava pronto e outros elementos arquitetônicos seriam executados com o passar das décadas e séculos seguintes.

Jardin de Louxembourg, é uma agradável área verde onde fica o prédio do Palais de Luxembourg, o Senado francês.

Depois vá até o Boulevard Montparnasse e Tour Montparnasse, um prédio moderno, mas da cobertura se tem uma bela vista de Paris, somente comparável à obtida da torre Eiffel.

Torre Eiffel, inaugurada em 1889 para as comemorações do centenário da Revolução, assim a torre Eiffel se transformaria no principal símbolo de Paris. Mas na verdade, nem sempre foi assim. No início grande parte da população a via como um horrendo monstro metálico, uma assustadora estrutura arruinando o harmônico perfil da cidade. Furiosos artigos na imprensa, abaixo assinados, petições e críticas de todos os lados exigiam sua demolição imediata assim que as comemorações fossem encerradasGustave Eiffel foi o engenheiro responsável pelo projeto e construção, derrotando cerca de outros 700 projetos no concurso organizado pelo governo, visando escolher um grande símbolo para homenagear os 100 anos da revolução francesa. A torre tem 300 metros de altura, pesa sete mil toneladas, tem 1652 degraus da base ao topo. Apesar do imenso peso próprio, a distribuição de esforços e cargas na estrutura  é tão equilibrada e bem distribuída que até hoje o projeto do engenheiro Eiffel causa admiração aos calculistas estruturais. Quase demolida em 1909, foi somente no ano seguinte, quando demonstrou sua utilidade como base da antena de telégrafo de Paris, que a torre Eiffel conseguiria escapar de virar ferro velho. A partir de 1918 seria usada também como base das antenas de rádio, e a partir de 1957, de televisão.

Boa Viagem!

Anúncios

Sobre fabianaduquefotografia

Gosto de música, fotografia e viagens.
Esse post foi publicado em Viagens e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s