Primeiras impressões

Cheguei no Brasil no último sábado bem cedinho, hoje ainda é só terça-feira mas acho que consigo falar um pouco das minhas primeiras impressões sobre São Paulo.

No caminho do aeroporto para casa eu já fui lembrando de como as ruas da cidade são esburacadas, mas não me liguei muito no resto. Já meu marido, que foi em outro carro, comentou comigo que a paisagem durante o caminho foi impactante. Nada mudou em 2 anos, mas acho que quando estamos nas ruas todos os dias deixamos de reparar em alguma coisas, mas agora temos um olhar mais sensível, e vamos combinar que a paisagem na beira da marginal Tietê não é das mais bonitas.

Durante o dia tivemos que fazer algumas coisas, e eu estranhei muito as pessoas falando português em minha volta. Eu não sei explicar direito, é lógico que as pessoas falam português aqui, mas meus ouvidos estão desacostumados…foi muito curioso!!!

No final do dia tivemos uma surpresa não muito boa, nosso carro foi arrombado, mas não  levaram nada, só o macaco. Foi muito triste!!! Não precisava ter acontecido isso bem no primeiro dia, mas…pelo menos não foi nada mais grave.

Além desse ocorrido, o que mais me impactou foi os preços dos produtos no supermercado. Que absurdo!!! Além de caros, a diferença dos preços de um mesmo produto é enorme. Fui comprar ovo e o preço ia de R$ 2,30 até R$ 7, que ridículo!!! A galinha é de ouro rs? Um espumante que na Alemanha custa 5 euros, aqui custa 70 reais, fala sério!

Mas tirando todos esses primeiros impactos, o final de semana foi maravilhoso, inteirinho dedicado a matar a saudade da família. E isso que importa, junto da família e amigos tudo fica mais fácil!!!

Mais para frente eu falo mais de como está sendo minha adaptação.

Anúncios

Sobre fabianaduquefotografia

Gosto de música, fotografia e viagens.
Esse post foi publicado em Dia-a-dia e marcado , , . Guardar link permanente.

21 respostas para Primeiras impressões

  1. Na disse:

    Te desejo Boa sorte !Cada um sabe onde está a felicidade. E que bom que existem pessoas de bem que gostem da terrinha . Eu morei 4 anos em Londres , conheci meu marido lá que é alemão mas tinha família no Brasil. Voltamos nos casamos tivemos dois filhos e 9 anos depois ainda não nos acostumamos com o Brasil principalmente eu e ao invés de melhorar o sentimento foi só piorando . Querer ter as mesmas coisas que eu tinha lá seja eletrodomésticos ou cosméticos ou alimentos faz a vida aqui absurdamente cara. Sem contar a indignação e a raiva que passo todos os dias pensando quanta gente incivilizada por um governo que só rouba e não dá educação… . O pai do meu marido deixou uma casa na Alemanha , as crianças mesmo nascidas aqui no Brasil são considerados alemãs e agora apareceu uma oportunidade de terminar minha faculdade de Engenharia lá e vamos em Janeiro eu fiz 3 anos de Alemão . E é isso , acho que pátria é algo muito sutil , não é porque nascemos aqui que todos são obrigados a gostar de arroz -com-feijão , clima tropical , samba e futebol .
    Mas fico feliz em saber que tem gente bacana e legal que quer fazer isso aqui dar certo.
    Eu mesmo no Brasil moro muito longe da minha família então estar na Europa ou aqui não fez diferença … aliás lá aproveitaria mais meus pais que quando morava fora ficavam pelo menos 1 mês comigo por causa da distância !! E agora só vêem me ver rapidinho ! rsrsr .
    Beijos !!!

    • Oi Naira,
      Obrigada pela mensagem!!!
      Realmente não é fácil, o meu coração é dividido, gostaria de poder juntar as coisas boas dos 2 países!
      Faço planos para pelo menos me aposentar na Alemanha e curtir minha velhice de uma forma mais saudável e gostosa 🙂 rs
      Abs

  2. Adriana disse:

    oi eu não vivo na Alemanha mas na Áustria, eu vou no Brasil a cada 2 anos para ver a família e fico mais ou manos 1 mês e depois corro para a Áustria. Infelizmente não consigo mais voltar para o Brasil e olha que a minha cidade (Brasília) é até mais tranquila comparando com São Paulo mas não consigo engolir certas coisas!!

    Acho que depois que você vive em um lugar onde tudo funciona, tudo é organizado, tudo é perfeitinho não da para se adaptar àquela confusão do Brasil. Não aguento a mania do brasileiro de colocar religião em tudo, plaquinha de Jesus tem poder em todas as esquinas, a mania de ser racista tanto que as meninas de cabelo crespo no Brasil estão sempre alisando o cabelo para parecerem menos pretas mesmo sabendo que aqueles produtos são perigosos para a saúde, mania de chegar atrasado, a homarada que se aproxima com aqueles modos exagerados, mania de fazer piadinha contra as pessoas diferentes: negros, gays, muçulmanos ( eu tinha uma amiga muçulmana que nao aguentava mais as piadinhas só porque ela usava um véu na cabeça), essa mania de ficar fazendo esse monte de festas, musica axé ou pior: musica sertaneja Deus me livre!!! Vou parar por aqui senão realmente não acabo mais a única coisa que eu sinto falta é da comida mas o resto….. ainda bem que moro praticamente na fronteira com a Itália e de vez em quando da para comer uma comidinha muito boa la. Depois eu adoro o inverno austríaco, a montanha e os esportes invernais!!

    Porém te desejo bia sorte no teu retorno no Brasil

  3. Denis disse:

    Sobre o espumante na Alemanha ser barato e aqui caro, repare que uma cachaça 51, das mais baratas aqui no Brasil, é vendida a preço de ouro na Alemanha ( a preço de hoje, custa mais de 20 euros, o que daria uns 70 reais!!)

    • Oi Denis, tudo bem?
      Sim com certeza! Mas mesmo quando falamos de um produto brasileiro (de boa qualidade) vendido aqui no Brasil, como por exemplo um vinho, o preço também é elevado. No geral acho que viver no Brasil é extremamente caro. Senti que na Europa você não precisa ter muito dinheiro para ter acesso aos produtos bons e gostosos. 🙂
      Obrigada pela mensagem!!!
      Abs

  4. Mirian disse:

    Retornarei brevemente ao Brasil e estou muito feliz pelo retorno… Moro na Alemanha a quase 6 anos, nao vou dizer que odiei morar aqui, porque nao é verdade. Mas o frio e a falta do que fazer aqui é deprimente, fiz amigos e sentirei muitas saudades, mas desde que conheci meu marido, sempre deixei muito claro para ele que nao ficaria por muito tempo Longe do Brasil. A saudade da minha mae e da minha familia é muito grande. A violencia existe em tudo em que é Lugar ” claro que no Brasil passa do limite”. Mas precisamos de alguma maneira acabar com essa violencia ( afinal de contas somos maioria ou nao???) Nao tenho medo do retorno e já teve muita gente falando a mesma coisa comigo. Porque voltar para um País tao violento, menina?? Vc está num paraiso.afffff!! Como vc mesma falou ” violencia já existia ” Entao é mao a obra e recomecar uma Nova vida na nossa Patria chamada Brasil. Abracos 🙂 😉

    • Oi Mirian,
      A saudade da familia e amigos supera qualquer outro problema que o Brasil possa ter…
      Boa sorte nesse recomeço!!!
      Abs

      • Aline disse:

        E depois das primeiras impressões, como está sendo a estadia no Brasil?
        To curiosa!

        beijos!

      • Oi Aline,
        Com o tempo a gente se acostuma né, infelizmente…
        Eu estou surpresa com a moda de roubos de estepe aqui em SP, é ridiculo! Você estaciona o carro na rua e não sabe se vai encontrar as rodas quando voltar. E também estou achando tudo muito caro, mais do que já era…eu espero que seja só o efeito Copa do Mundo.
        Mas de resto quase tudo igual a antes…
        E o jeito é tentar fazer a nossa parte para ver se o nosso país melhor, não é?
        bjos!

  5. Oi!
    Seja bem-vinda!

    Entendo o teu texto! A violência, os preços abusivos, a falta de politicas públicas desanima… mas deixando claro que acredito que isso se mantém no Brasil por falta de CULTURA, coisa que os alemães aprenderam! Ainda assim, amo D+ o Brasil geograficamente falando e sinto muito tristeza em pensar que um dia devo ir morar fora. Abraço

    • Oi Patricia,
      Obrigada pela mensagem!!!
      Concordo com você, o nosso problema é falta de cultura.
      Tb amo o Brasil, mas é legal conhecer novas culturas…se um dia rolar de morar fora, pule de cabe;ca na experiência, pois é muito legal, os faz crescer….
      Abs

  6. Walter Castro disse:

    Ola,
    Gostei bastante do seu blog, é instrutivo e gostoso de ler.
    Vc esta voltando para Sao Paulo!?
    Estou fazendo de tudo para sair dai por causa da violencia. Moro em Campo Belo onde ja fui sequestrado, furtado, tive 3 carros roubados e mais 5 tentativas de assalto (fugi de todas elas)!
    Poderia descrever outras situaçoes, mas nao quero te desencorajar, como vc mesma disse… tem que pensar positivamente.
    Neste momento estou procurando um apartamento/ou/casa para alugar em Hamburgo… e esta dificil… vc conhece alguem ou algum caminho que possa ajudar?
    Boa sorte em Sampa!
    W 🙂

  7. Mary disse:

    Somos todos sem teto! a única coisa que a sociedade produtiva tem é 1 carga tributária Criminosa!! ´40,50,80% de impostômetro s/alimentos e remédios – 85% s/combustível etc. etc. e TUDO de baixa qualidade!!

  8. Realmente viver em SP é caríssimo. Eu acho que é devido ao estilo de vida também. Mesmo nos EUA, ainda é muito mais barato. Meu namorado é americano, embora eu more aqui na Alemanha, e percebemos que o problema é do Brasil mesmo. Eu expliquei para ele o que eram os “flanelinhas”, ele ficou horrorizado! Falou que extorsao é crime. Em SP é impossível andar de transporte público. Por isso, os precos elevados da gasolina, pois existem cartéis e interessados em ganhar dinheiro. Se tentarmos viver a vida que tínhamos na Alemanha no Brasil, vai ser uma decepcao. Eu nao sei como aconselhar… Acredito que tentar comprar coisas locais no mercado, como frutas locais e coisas em promocao, assim nao passamos tanta decepcao ao tentar comprar um “Camembert” por exemplo. Aproveitar o sabor de um queijo de minas, doce de leite, pao de queijo, caipirinha… coisas que sao relativamente caras aqui… Eu sinceramente, se voltasse a viver no Brasil, teria que passar por uma terapia, embora só more há 14 meses aqui. Odeio dirigir, adoro caminhar, sou uma cabeca de vento em perder carteiras e deixar coisas abertas, adoro silencio e meditar, meu nariz é sensivel… dificil até passar férias em SP….

    • Oi Renata,
      Concordo com você, parte do motivo de ser caro é porque nós pagamos, nós aceitamos esse preço né! Mas espero que depois da Copa isso tudo diminua um pouco. Com certeza vou aproveitar as coisas locais, até para matar a saudade rs.
      Super obrigada pela mensagem e apoio!
      Abs

  9. Christine geissler disse:

    amiga…BEM VINDA A BRASILINDIA!!!! eu lhe avisei de tuo isso e muitos mais…se prepare.
    A unica coisa boa que voce tem aqui é realmente o carinho da familia como dos amigos verdadeiros…de resto nada presta por aqui…Sao Paulo como o Rio de Janeiro e ate mesmo os outros estados brasileiros ja tiveram a sua epoca….basat voce se atualizar com os jornais e a midia…fora a propria realidade…do seu carro so levaram o macaco…de outro amigo apos jantar em restaurante caro como em bairro nobre4 de sampa…levarm a RODA INTEIRA ( deixaram o carro no chao…da para acreditar???
    me manda seu contato vamos nos ver antes deu ir embora para a Alemanha…pena voce nao estar la!!! beijao e nos falamos…Chris e Dieter

  10. Tatiana disse:

    espero que as coisas melhorem! mas nosso país está bem difícil, ainda mais SP. Dizem que as coisas são caras na europa, caro é aqui, vcs viram a gasolina? mas aproveitem a família e voltem assim que puderem!!! é o que não sai da nossa cabeça, hahahah! bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s