Dinamarca

Aproveitamos o feriado da Páscoa para viajarmos para Copenhagen, Dinamarca.

Assim que chegamos no aeroporto decidimos ir para o hotel de trem, aqui na Europa é muito tranqüilo andar de trem, muito diferente do que no Brasil. No próprio aeroporto tem a máquina para comprar a passagem, aceita cartão de crédito e você pode escolher o idioma inglês. A passagem até a estação central custou mais ou menos uns 35 kr. Só cuidado na hora de pegar o trem para não entrar no vagão da primeira classe hein!!!

O hotel onde nos hospedamos fica bem próximo a estação central, de lá fomos a pé até o hotel! O nome é First Hotel, achamos a localização excelente, o quarto ok, a limpeza aceitável, e o preço ok também!!! Do lado do hotel tem o Icebar, você paga a entrada, esse preço inclui uma bebida e ai você esta pronto para se divertir. Foi muito legal, vale a pena para conhecer….

A língua falada na Dinamarca é o Danish, mas todo mundo fala Inglês, então fique tranqüilo!!!

Logo no primeiro dia nós decidimos fazer o Sightseeing, custou 155 kr por pessoa, não é muito barato, mas é válido por 2 dias! Neste caso vale a pena pois acabamos usando para nosso transporte para os lugares. O ônibus passa a cada 30 minutos em diversos pontos. Tem 3 percursos diferentes (vermelha, verde e amarela), nós pegamos a vermelha, não sei se as outras 2 tem a mesma validade que a vermelha, mas se quiser por 35 kr você pode fazer o upgrade e ter a possibilidade de ter outra linha também.

Além dessa opção de transporte, você pode pegar o ônibus coletivo também!! É super fácil, você pode pagar a passagem diretamente ao motorista ou comprar um cartão com 10 passagens em qualquer loja do Seven Eleven, dai é só marcar o cartão no próprio ônibus. Esse cartão custou 145 kr. Não é muito barato, mas nada nesta cidade é barata, achamos tudo muito caro, transporte, restaurante, etc…

Abaixo estão os principais pontos turísticos que visitamos nessa viagem:

Nyhavn – Esses prédios coloridos de Nyhavn são vários restaurantes típicos, todos muito aconchegantes, quem passar por aqui tem que sentar em desses para fazer uma refeição. Estas docas foram construídas em 1670, para estimular o comércio marítimo em Copenhagen. Foi aqui que cruzamos com um brasileiro vendendo crepe, nessas horas eu me pergunto, como esse povo vem parar aqui???

 

Langelinie – É uma área da cidade à beira mar. É ai que ficam os navios e iates ancorados. Por aqui você também encontra a Igreja Inglesa, o museu Frihedsmuseet (em memória aos heróis da segunda guerra), a bela fonte Gefion e a Den Lille Havfrue, mais conhecida como Pequena Sereia.

Nós não conseguimos entrar na igreja, mas só a vista de fora já vale muito a pena. E não pode deixar de ir no Frihedsmuseet, a entrada é de graça e o museu, apesar de ser pequeno, tem muita coisa interessante para mostrar!!!

 

Tivoli – Esse é o principal parque de diversões do país, e um dos maiores da Europa, situado bem ao lado da estação central. Inaugurado em 1843, o Tivoli tem uma entrada extravagante, com muitas luzes néon. Além de parque de diversões, existem também diversos restaurantes.

 

Rosenborg Slot – É um castelo que foi construído durante a renascença dinamarquesa, por ordem do rei Christian IV, e serviu como sua residência de verão. Hoje em dia o castelo funciona como museu, e aqui estão em exposição diversos objetos da família real, em especial as coroas, lindas demais!!! Do lado de fora do castelo tem um imenso parque muito arborizado. A entrada para o castelo custou 80 kr por pessoa.

 

Amalienborg – É a residência oficial da família real. Os prédios foram construídos em volta de uma praça, no centro há uma escultura representando Frederik V, Rei Dinamarquês. A atração do palácio é a troca da guarda. Soldados vestindo uniformes com chapéus peludos pretos deixam seus postos às 12 horas (às vezes pode ser as 11:30 dependendo do dia, então é bom se informar antes) e marcham até trocarem toda a guarda. Já ouvi dizer que as vezes esse momento pode ser acompanhado com uma banda de música, mas dessa vez do jeito mais simples mesmo.

 

Frederiksborg Slot – Frederiksborg é um castelo maravilhoso, construído pelo rei Christian IV, entre 1588 e 1648. O castelo é enorme, são muitos aposentos, escadarias, e tudo mais que se pode esperar de um castelo, sinceramente acho que não consegui ver tudo de tão perdida que fiquei lá dentro. São muitos objetos: mobílias, quadros, jóias, louças, tapeçarias, etc etc. Segue o site: http://www.dnm.dk. A entrada custou 75 kr.

Esse castelo não fica no centro da cidade, para chegar é preciso pegar o trem (S-Tog), linhas E  (lilás) na direção de Hillerød (é a última estação). Ao chegar lá caminhe até o terminal rodoviário que fica ao lado e pegue os ônibus das linhas 301 ou 302, que passam em frente à entrada do Castelo. O trajeto é bem rápido e tranqüilo.

 

Carlsberg – Nós visitamos a Cervejaria Carlsberg, para quem gosta de cerveja, vale muito a pena dar uma passada ai. Hoje em dia, grande parte da produção da cerveja Carlsberg está em outros pontos da Dinamarca, mas a fábrica principal está situada em Copenhagen. Essa visita nos leva a conhecer um pouco mais da história desta cerveja, seu processo de elaboração, além de uma visita a uma exposição permanente de máquinas, garrafas e outros objetos relacionados a ela. A visita termina em um bar muito legal, onde se pode provar uma deliciosa cerveja Carlsberg. Fica aberto das 10hrs até as 17hrs. E para chegar lá nós pegamos o ônibus da linha 26 na Frederiksb. gade que para praticamente na porta.

 

The Marble Church e Teatro – Essa igreja fica na frente a praça da residência Real. Ela foi deixada incompleta e, apesar de várias iniciativas para concluí-la, manteve-se como uma ruína por quase 150 anos. Essa igreja era para ser construída quase inteiramente de mármore, mas essa idéia teve que ser descartada, a construção foi concluída em sua maioria com calcário. O Teatro fica do lado oposto da igreja, do outro lado do mar….

 

Prefeitura (Radhus) – A prefeitura fica localizada no coração da cidade, e costuma servir de ponto de encontro para manifestações populares,  eventos políticos, etc. Na praça estão as carrocinhas de Hot Dog à moda Dinamarquesa. Dizem que você pode subir na torre da prefeitura, mas no período em que fomos estava fechada. Ao lado da praça fica a região conhecida como Strøget, é o centro comercial.

 

Além dos pontos turísticos, você não deve deixar de experimentar o hot dog  dinamarquês, é uma delicia!!! E outro prato típico da Dinamarca é o Smørrebrød, que é um sanduíche aberto, esse infelizmente eu não consegui experimentar!!!

Espero que tenha ajudado!!!

Boa viagem!!!

Anúncios

Sobre fabianaduquefotografia

Gosto de música, fotografia e viagens.
Esse post foi publicado em Viagens e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Dinamarca

  1. Bruna disse:

    Olá, estive na Dinamarca, em Copenhagen, Hillerod e Roskilde. gostei bastante de lá. Muito bom rever um pouco sobre o país.
    =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s